• C.E.F.K.

Apenas uma questão de gênero.



Será que não podemos dar às nossas crianças um mínimo de liberdade para escolherem as cores da própria vida? Porque por trás das cores reside toda uma ideologia que nos limita, nos restringe, nos amarra.

Será mesmo que as pessoas ainda reduzem as discussões sobre sexualidade ou identidade de gênero a cores e brinquedos? Será que ainda podemos ser tão levianos e limitados, confundindo cores, brinquedos, sentimentos e caminhos?

Com tamanha lucidez, Marina Colasanti fala sobre uma sociedade em transformação através da discussão sobre identidade de gênero. Enquanto alguns se recusam a refletir sobre a liberdade dos corpos, outros seguem encontrando e vivendo suas liberdades.


"... A questão é justamente essa, flexibilidade. Não dos envolvidos no processo, que estes já a tem. E sim dos outros, daqueles que, defendidos e críticos olham com reprovação os novos costumes. A terra está tremendo nas questões de gênero. Mas a casa não vai cair, Damares querida. A casa só cai, conforme acabamos de comprovar, quando mal construída."

Por Aline Spíndola

Arquivo pessoal.






Aline Spíndola

Professora feminista de Português, Literatura e Redação.

7 visualizações

Endereço:
Rua Doutor Enéas de Carvalho Aguiar, 237 - Jardim América

Fone: (16) 3325-1888
Cel.: (16) 99451-4774
Email:  contato@centrodeestudosfridakahlo.com.br

Quer saber mais?

Fone: (16) 3325-1888

Cel.: (16) 99451-4774